Carreira: Demitido! E agora?

Não importa carreira, nível profissional ou posição na empresa. Todos estão sujeitos á serem chamados um dia pelo chefe para uma conversa em uma sala de reunião, mas quando você entra além do seu chefe você encontra alguém de RH também. Por um segundo você se força a pensar que vai receber uma promoção, aumento de salário ou qualquer outra coisa neste sentido, mas é isso você esta sendo demitido, tão simples quanto. Você deve entregar seu crachá e outros pertences da empresa caso tenha, assinar os papéis, escutar as explicações e instruções do profissional de RH, e depois de tudo isso, acabou sua relação com aquela empresa.

No momento em que acontece você é tomado por uma série de emoções, desde raiva, tristeza e até alegria, mas tudo é momentâneo, pois como se diz, a sua ficha somente vai cair nos próximos dias e, na maioria dos casos o único sentimento que fica é o do medo, representado pela insegurança da pergunta: O que eu vou fazer agora?

Claro que tudo isso pode variar de pessoa para pessoa, associado ao seu estágio de vida profissional, no meu caso aconteceu quando tinha 35 anos, duas filhas menores de seis anos e minha esposa tinha acabado de dar a luz a minha terceira filha.

Costumo dizer as minhas filhas, hoje maiores, que sempre existe um final feliz para aquele que levanta cedo para trabalhar, que constrói relações deixando sua marca pessoal em cada interação e, sempre fazendo que é certo. Isso me ajudou muito, a aceitar todo o processo pelo que passei, e graças a este modelo de vida consegui me realocar de maneira muito rápida.

Mas nem sempre é assim, o tempo de recolocação médio hoje quando com sorte é de até seis meses, em alguns casos pode demorar até um ano. Hoje procuro sempre ajudar aqueles que me procuram pedindo dicas, indicações, recomendações e, não necessariamente são colegas buscando posições, mas muita gente que está querendo trocar de emprego ou apenas conversar.

Não existe uma receita para o sucesso e acho que também não há para o fracasso, pois acredito que todos nós conhecemos pessoas que mesmo quando erram acertam, no final o que eu acredito é a existência do certo e errado, e seguindo o que é certo já existe uma grande chance de você ter sucesso.

Então de maneira muito simples, e humilde, baseado na minha experiência profissional e de vida, gostaria de dar as seguintes dicas:

Todos nós temos dias ruins, por isso não tome decisões baseadas na emoção do momento, mesmo que este momento se alastre por horas, dias ou meses. Tenha paciência, e principalmente sangue frio, lembre-se de que nem sempre foi assim.
Não se limite a acordar cedo, ficar o dia inteiro na empresa, trabalhar os finais de semana e perder o contato com o mercado. Não se sinta tão seguro, lembre-se que a insegurança gera o medo, que na verdade é um estimulo emocional mostrando que você deve tomar uma ação frente a uma situação de perigo.

Se atualize, faça cursos, converse com outras pessoas do mercado, participe de eventos, faça se conhecer, crie um sistema de relações. E muito importante: Além de manter uma agenda de contatos, faça contatos! Não procure as pessoas somente quando você precisar. Não custa nada uma vez por semana ligar para as pessoas para dar parabéns, tirar um sarro por conta do time de futebol, ou apenas para dizer que se lembrou dela e resolveu dar um alô! No começo pode parecer artificial, mas aos poucos você vai gostar e vai acabar te fazendo bem, e pode ter certeza irá criar laços verdadeiros.

Esteja sempre preparado, pesquise seu mercado de trabalho, sua indústria de atuação, saiba quem esta contratando e demitindo. Você pode acabar por ajudar alguém também.

Converse com “head hunters”, mantenha relação com eles. Eu os classifico em uma categoria de Anjos, pois eles em alguns casos estão mais interessados que nós, em nos ajudar a conseguir ou mudar emprego.

Bom se você não seguiu nenhuma das dicas acima, ou se seguiu e mesmo assim está difícil, minha recomendação é sempre manter a calma, nunca perder a esperança e ter muita força para seguir adiante. Nós somos medidos pela nossa capacidade de recuperação de seguir adiante. Fé, esperança, força de vontade são sentimentos ou dádivas somente existentes em nós seres humanos.

Nunca é tarde para iniciar sua rede de relacionamentos, e pode ter certeza que em algum lugar existe alguém com uma posição aberta, esperando para te encontrar ou ser encontrado por você.

Força Sempre!

Autor: Daniel Carrasco

Anúncios

Cursos online gratuitos são uma boa opção para atualizar a equipe de TI

Coursera, criada por dois cientistas da computação da universidade de Stanford, oferece mais de 100 programas a distância, de Cloud à Ciências da Computação

Começo de ano é um bom momento para repensar a carreira e correr atrás de cursos que podem dar um upgrade no currículo. O período é oportuno para ampliar as chances de conquistar uma promoção ou novas oportunidades no mercado de trabalho. Para isso, muitos planejam uma nova graduação, um MBA, uma especialização ou aprendizado de novo idioma. Porém, alguns não têm condições financeiras para se aprimorar. Para essas pessoas, existem opções de cursos online gratuitamente.

A Coursera, por exemplo, oferece uma infinidade de cursos de graça. A organização educacional realiza parcerias com diversas universidades e instituições de ensino em todo o mundo e ministra quase 600 programas sem custo.

A organização é uma startup de cursos online fundada pelos professores da universidade norte-americana Stanford, Daphne Koller e Andrew Ng, ambos cientistas da computação.

Daphne criou o Curis, programa de estágio de verão do Departamento de Ciência da Computação de Stanford, e o curso de Bioinformática desta mesma universidade e levou muitas das suas ideias para o desenvolvimento da plataforma online de curso.

Já Andrew Ng, que é diretor do Laboratório de Inteligência Artificial de Stanford, iniciou o programa SEE (Stanford Engenharia Everywhere), o maior projeto de incentivo à educação online da Stanford. Esta iniciativa liberou a todo o público o conteúdo de dezenas de cursos de engenharia desta instituição. Mais de um milhão de pessoas assistiram os vídeos do SEE. Em Stanford, o professor também coordenou o desenvolvimento de plataformas de ensino online.

Da experiência dos professores nasceu a plataforma da Coursera, que oferece uma enorme variedade de cursos abrangendo diversas áreas, como: Humanas, Medicina, Biologia, Ciências Sociais, Matemática, Administração, Ciência da Computação, entre muitas outras. Atualmente, a empresa conta com 4 milhões de estudantes inscritos ao redor do mundo.

A Coursera ministra atualmente 596 cursos juntamente com 108 parceiros. O programa conta com diversos cursos de TI e de negócios, ministrados por universidades conceituadas, como as de Stanford, Yale e Princeton.

Em uma pesquisa rápida, encontramos mais de 30 cursos de Ciências da Computação na área de Inteligência Artificial, 36 de software e 27 sobre segurança da informação. Achamos também especializações sobre cloud computing, mobilidade, e cibersegurança oferecidos pela Universidade de Maryland (EUA).

Os cursos da Coursera podem ser uma opção para os que desejam melhorar o currículo, aumentar as chances profissionais, ou simplesmente aprender mais e ampliar os conhecimentos, sem pagar.

Fonte:CIO