Meu Pai e a Carroça


Certa manhã, meu pai, muito sábio, convidou-me a dar um passeio no bosque e eu aceitei com prazer. Ele se deteve numa clareira e, depois de um pequeno silencio, me perguntou:

– Alem do cantar dos pássaros, você esta ouvindo mais alguma coisa?

Apurei os ouvidos alguns segundos e respondi:

– Estou ouvindo um barulho de carroça.

– Isso mesmo, e de uma carroça vazia…

Perguntei-le, então:

– Como o senhor sabe que a carroça esta vazia, se ainda não a vimos?

– Ora – respondeu ele – e muito fácil saber se uma carroça esta vazia por causa do barulho. Quanto mais vazia a carroça, maior e o barulho que ela faz.

Tornei-me adulto, e ate hoje, quando vejo uma pessoa falando demais, tratando o próximo com grossura, prepotente, interrompendo a conversa dos outros ou querendo demonstrar que e a dona da verdade, tenho a impressão de ouvir a voz do meu pai, dizendo: “Quanto mais vazia a carroça, maior e o barulho que ela faz…”

Autor: Desconhecido

Anúncios

11 comentários sobre “Meu Pai e a Carroça

  1. Texto muito interessante! Apesar de não ser muito grande, é possível tirar dele muitos ensinamentos.
    Meu pai, na sua humildade, também dizia um ditado que tem sentido filosófico na mesma linha de pensamento desse…”quem fala demais, dá boa noite à cavalo”.
    Adorei! Beijos!

  2. Oi Fael….
    Mais uma vez vc postou um texto de garnd evalor para a vida, não só profissional, mas também pessoal!

    Excelente ensinamento.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s