Meros devaneios tolos, por Rafael Sá Oliveira

A algum tempo venho divagando sobre a vida, nossas ações e o que nos leva a ser alguém que destoa na multidão; algumas idéias infelizes passaram pela minha mente: Participar do Big Brother, postar vídeo no Youtube dançando uma música do Michael Jackson vestindo uma cueca rosa, Vestir o mesmo vestido curto que se usou no baile funk para ir na faculdade e depois agir como um santa imaculada, entre outras bizarrices da sociedade medíocre moderna… Realmente estas coisas podem fazer destoar qualquer um na multidão mas claro que apenas por, longos e tortuosos, 5 minutos.
Numa cultura de massa onde o ridículo, o importuno, o desonesto e o desprovido de conteúdo têm espaço exaustivo e são exaltados nas mídias em geral, é aceitável pensar que o intelecto, o profissionalismo, o caráter e a ética estão fora de moda e caíram em desuso pela humanidade. Porém, nossa memória sempre nos ajuda a perceber o real valor das coisas, querem ver?
– Quem venceu o reality freak show BBB 5 ?
– Qual o nome da menina do Vestido curto Rosa da Uniban?
– Quem são os “redatores” da turma do Didi?
Difícil puxar da memória não é? Vamos pra novas perguntas:
– Quem é o responsável pela teoria da Relatividade?
– Quem é o redator chefe e apresentador do Jornal Nacional?
– Quem pintou o quadro, “A Santa Ceia”?
Fica bem mais fácil não é? Isso se dá pelo fato de que a qualidade dos trabalhos de Albert Einstein, William Bonner e Leonardo da Vinci, fala por si mesmo e perpetuando seus nomes na história através do profissionalismo e da honestidade.
Para que cinco minutos de fama quando podemos escrever nossos nomes pelo conteúdo e não pela falta dele? Seja qual for sua profissão, preze sempre pela qualidade, pela ética, pela honestidade e pela consciência limpa; você ficará surpreso com o que esses valores “ultrapassados” podem lhe trazer!
Não seja apenas eficiente, SEJA EFICAZ!!! Fica a dica!!!

Rafael Sá Oliveira

Obs.: para os curiosos… as respostas das 3 primeiras perguntas, após longa pesquisa no Google, são respectivamente: Jean Wyllys – Jeisy Arruda – Wilton Franco, Adriano Stuart, Augusto César Vanucci, Carlos Alberto de Nóbrega, J. B. Tanko, José Alvarenga Jr (acreditem se quiser… são 6 mentes brilhantes para escrever a turma do Didi ¬¬).

Anúncios

9 comentários sobre “Meros devaneios tolos, por Rafael Sá Oliveira

  1. Infelizmente, vivemos na chamada “pós-modernidade”, onde os valores se tornam relativos, dependendo do interesse envolvido. Não sabemos mais discernir o certo do errado, pois tudo se tornou comum. Os princípios citados no texto, são cada vez mais raros de se encontrar, pois quando ouvimos um grande e respeitado repórter, que chegou a receber prêmios importantes por suas reportagens e críticas, citar esta frase em seu reality show “Nossos heróis”, constatamos a peversão dos valores culturais. Que heróis são estes que não fazem nada ? apenas se mostram na TV – e são aplaudidos – isto no meu conceito chama-se vadiagem e como diria Boris Casoy (isto é uma vergonha).

    Um abraço e parabéns.
    João Balbino
    http://jbbalbino.blogspot.com

  2. Caro Rafa,

    Adoro a sua visão critica da realidade.
    Compartilho da sua opinião a respeito dos devaneios, apesar de não considerá-los tolos!!
    Continue escrevendo, pois quero continuar lendo!
    Abraço

  3. Meros devaneios tolos…
    Não sou a mais otimista das pessoas, mas creio que ainda termos pessoas que creem em DEVANEIOS já é alguma coisa!!! Enquanto houver ao menos 1 cidadão capaz de fazer conjecturas esse mundo ainda tem solução! Bom post, deu saudade do meu antigo blog! rs

  4. Adorei o texto Rafael, sempre com belas palavras.

    O enfraquecimento em massa, do que se vê na TV, ouve nos rádios e se assiste no Youtube, por exemplo, nada mais é do que reflexo do que se aprende na escola, do que se vê dentro de casa e das “brincadeiras” ridicularizadas em que se passou a ser permitido há anos… Infelizmente a tendência é piorar, pois não existe mais tantos interessados em escrever seu nome na história!

  5. E principalmente tenha o espírito elevado para não se deixar poluir com tamanha decadência musical e televisiva apresentada ao cidadão na atualidade.
    Não se preocupe, suas idéias não são tolas. Apenas demonstram consciência diante o caos da sociedade moderna.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s