2010 vai ser o seu ano

Bom… não é de hoje que sou fã do Roberto Shinyashiki, escreve livros dignos de leitura mesmo para aqueles que não veem propósito algum em livros de auto-ajuda, isso acontece porque ele sempre fala aquilo que todos sabem mas sempre se esquecem.
Por isso e em observância as pessoas que não são da Área de TI e que acompanham este blog também, eu estou postando um artigo do Roberto que fala sobre a forma de conduzir nossas vidas em 2010 para um desenvolvimento pessoal e profissional. Espero que apreciem!

“Atitude é fundamental. Tem gente que só sabe reclamar. Isso é catastrófico para qualquer pretensão de crescimento.

Em uma competição internacional, um atleta, com o rosto apreensivo, me perguntou:

— Doutor, o senhor viu o vento hoje?

Como eu não havia aprendido ainda a “ver” os ventos, respondi:

— Não, por quê?

— Está péssimo!

O esporte que o atleta praticava dependia da força dos ventos e ele estava preocupado porque as condições naquele dia não eram ideais. Então, perguntei novamente:

— Mas é só na sua raia?

— Não, lógico que não! O vento está ruim em todas as raias!

Então, carinhosamente, eu disse:

— Meu filho, não há vento ruim… O que há são esportistas bons e ruins. Alguém vai ganhar essa prova independentemente do vento. O seu verdadeiro desafio é aproveitá-lo melhor que os outros competidores.

Muita gente me pergunta quais são as perspectivas para este novo ano. Uma das profissões que mais têm crescido é a de “especialista em previsões de fracassos”. Essa nova geração de “fracassólogos” prevê que tudo vai dar errado na economia, nos empregos, no tempo e na sua vida. Frequentemente eles acertam, porque muitas pessoas trabalham com o coração cheio de medo e acabam realizando as profecias negativas.

Na Índia, o povo costuma dizer que Deus fala apenas uma palavra: sim. Não para o que as pessoas pedem, pois ele não é um pai que mima os filhos. Deus diz sim para o que as pessoas acreditam. Portanto, se você afirma que 2010 será péssimo, o Pai vai dizer sim e ajudar tudo a dar errado. Agora, se afirmar que o ano será sensacional, Deus também vai dizer sim. Ele age dessa maneira porque não quer que ninguém passe por mentiroso.

Neste ano, nosso país terá momentos de ventos sensacionais e outros de tempestade. E quem for mais competente ganhará a competição. Observe que o fato de o país crescer não significa que todos vão crescer nem que, se o país tiver problemas, todos vão perder. Tem gente que perde quando tudo vai bem e tem gente que cresce muito nas horas mais difíceis. Certamente você conhece exemplos dos dois casos.

A pergunta a fazer é: do que dependerá o resultado da sua vida em 2010? Eu digo que: da sua atitude perante as mudanças do vento e da sua competência em aproveitar as oportunidades. E, claro, jamais ficar com medo do vento!

1. Atitude é fundamental. Tem gente que só sabe reclamar. Isso é catastrófico para qualquer pretensão de crescimento. Já sua curiosidade pode criar soluções lucrativas. Imagine se o físico inglês Isaac Newton fosse um desses reclamantes inveterados. Na hora em que a maçã caiu na sua cabeça, em vez de descobrir a lei da gravidade ele sairia reclamando da prefeitura por ter plantado macieiras… Mas Newton resolveu estudar o fato e cá estamos nós falando dele quase 300 anos após a sua morte.

2. Competência também é essencial para realizar sonhos. Garra somente não é mais suficiente para fazer a carreira deslanchar. Para aproveitar os ventos, conheça muito sobre ameaças e oportunidades. Atitude somente não é suficiente para desenhar um belo plano de marketing. Postura somente não é o bastante para escrever um texto emocionante. Boa vontade somente não vai fazer de você um grande cirurgião. É preciso estudar muito e ser capaz de realizar seus projetos. Se você tiver a atitude de realizador, aliada a uma competência infinita, nenhuma crise vai derrubar você.

Retomando as minhas previsões: este vai ser um ano maravilhoso para aqueles que souberem aproveitar os ventos e péssimo para quem esperar vida fácil.

Em tempos de tempestade, haverá dois tipos de pessoa: as que choram pelos seus fracassos e as que vendem lenços de papel. Torço para que você saiba aproveitar as oportunidades que aparecerão e venda muitos lenços de papel para aqueles que simplesmente se limitam a chorar e se lamentar da situação! ”
Roberto Shinyashiki

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s